Voz do Consumidor

Cuidado para não cair na Black Fraude

Black Fraude. Consumidores se preparam para comprar com grandes descontos seus produtos desejados e os lojistas se preparam para lucrar.

Black Fraude

Os consumidores se preparam e se empolgam para comprar com grandes descontos seus produtos desejados e os lojistas se preparam para lucrar. Mas fique atento, muitas vezes se trata apenas da Black Fraude.

Até aí tudo bem, os problemas surgem no momento em que as armadilhas do mercado passam a existir e a prejudicar os consumidores.

Maquiagem de preços, falsos descontos, ofertas enganosas, sites de lojas inexistentes, produtos que não chegam, produto de baixa qualidade. Enfim, uma diversidade de ações mirabolantes feitas com o único intuito de prejudicar o consumidor.

Fiquem atentos! Não se empolguem demais! Façam compras conscientes!

Façam pesquisa e acompanhamento de preço nas semanas anteriores, print as telas do site virtual e veja a evolução do preço do produto que realmente
deseja e observe se realmente existe um desconto ou se não passa de uma fraude.

Alguns maus fornecedores sobem o preço um pouco antes da Black Friday e, no dia, voltam ao preço normal, anunciando como se fosse uma grande oferta.

Outra grande reclamação dos consumidores são as “compras” realizadas em sites falsos. Existem fraudadores que criam sites falsos só para lesionar o consumidor na Black Friday, existem aqueles que até copiam sites de grandes lojas para enganar o comprador que acaba pagando sem levar o produto.

A palavra de ordem é DESCONFIE.

Desconfie de preços muito baixos, desconfie de sites desconhecidos, em linguagem estrangeira. Pesquise informações sobre a loja nas listas dos PROCONS, nos comentários das outras pessoas que já usaram esse meio de compra na internet. De sempre preferência em realizar pagamentos para pessoas jurídicas e guarde todas as documentações das compras.

E, se infelizmente ainda assim, cair em na Black Fraude denuncie no PROCON do seu município ou de seu estado e se o fornecedor desaparecer faça sempre um boletim de ocorrência, antes de ir ao poder judiciário.

Leia também:

Site revela se loja virtual é confiável ou não

Black Friday 2020: guia completo para evitar golpes

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments