Voz do Consumidor

Cliente ganha R$ 10 mil após ter urinado na calça depois que funcionário de supermercado o impediu de usar o banheiro

Cliente ganha R$ 10 mil após ter urinado na calça

Um supermercado em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte, terá que indenizar em R$ 10 mil, por danos morais, a família de um consumidor que teve o pedido de ir ao banheiro no local negado pelos funcionários.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o cliente estava fazendo compras junto com a esposa, que tomou a decisão de pedir a uma funcionária autorização para que o marido utilizasse o banheiro. Por sofrer de hipertensão e diabetes, ele utilizava remédios que aumentavam sua necessidade de urinar.

O pedido foi negado pela funcionária e pela gerente do estabelecimento, com a justificativa que o uso era restrito a equipe do supermercado. Por causa da demora, o cliente urinou na calça enquanto estava no local.

Em sua defesa, o supermercado alegou que a culpa foi restrita do cliente, por não ter tido uma clara comunicação sobre as condições de saúde. O supermercado ainda destacou que não possui condições de fornecer banheiro ao público e pediu a redução do valor da indenização por danos morais.

Conforme o relator do processo no TJMG, o desembargador João Cancio, o ocorrido não pode ser tratado como um simples acontecimento, pois feriu a esfera íntima e pessoal do cliente, sendo assim, a indenização é correspondente ao ato.

*Com informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Leia também:
Funcionário de funerária é demitido por tirar foto dando ‘joinha’ e com a mão na testa de Diego Maradona

Black Friday: em meio a pandemia clientes causam aglomeração em busca de preço baixo

FRAUDE: Nove marcas de azeite têm comercialização proibida por falsificação

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Notícias
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments