Voz do Consumidor

Aparelho celular pega fogo e consumidora recebe reparação

Telefone celular pega fogo dentro da bolsa durante viagem de moto

Mulher será indenizada em R$5 mil, em Itajubá (MG), após telefone celular explodir dentro de sua bolsa, durante viagem de moto de Piranguçu para Itajubá.

A consumidora relatou que adquiriu um aparelho da marca Motorola, pelo valor de R$ 799. Após quatro anos de uso, o dispositivo explodiu dentro da sua bolsa durante uma viagem, queimando diversos pertences. A vítima pediu ressarcimento dos danos materiais e indenização por danos morais no valor de R$10 mil.

Segundo informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a juíza responsável pelo caso, Luciene Cristina Marassi Cagnin, da 3ª Vara Cível da Comarca de Itajubá, condenou a empresa Motorola Mobility Comércio de Produtos Eletrônicos Ltda. a pagar R$799 a título de reparação por danos materiais e R$5 mil a título de indenização por danos morais.

Decisão da 12ª Câmara Cível do TJMG

A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais manteve o entendimento da Comarca de Itajubá.

De acordo com a relatora, desembargadora Juliana Campos Horta, o dano moral é evidente, já que a explosão resultou em danos a cartões e vários itens que se encontravam na bolsa da consumidora.

Os e-mails apresentados como provas comprovaram que a autora tentou solucionar a questão diretamente com a empresa, sem obter resposta, obrigando-a a recorrer à Justiça.

Acompanharam o voto os desembargadores Saldanha da Fonseca e Domingos Coelho.

Leia também:
Site revela se loja virtual é confiável ou não

Funcionário de funerária é demitido por tirar foto dando ‘joinha’ e com a mão na testa de Diego Maradona

Decisão inédita em MG impede Hotmilhas de negociar pontos da TAM

Telefone celular pega fogo

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments