Voz do Consumidor

Cuidados com os reajustes dos planos de saúde

Em 2020 o reajuste anual dos planos de saúde, foram proibidos. Mas fique atento, em 2021 isso pode mudar e os valores devem ser cobrados.

Planos de Saúde

Em decorrência da pandemia, a Agencia Nacional de Plano de Saúde- ANS suspendeu em 2020 as cobranças. Tanto as de reajuste anual, quanto as por faixa etária dos beneficiários dos planos de saúde, ou seja, os aumentos foram proibidos. Mas isso não significa que os valores suspensos nesse período não serão repassados aos consumidores em 2021.

Pensando nisso, a ANS já definiu a forma e o limite de recomposição dos reajustes em 2021.

Ficou determinado que o valor máximo de reajuste dos planos de saúde para os beneficiários individuais e familiares em 2021 será de no máximo de 8,14%.

Os valores do reajuste de recomposição deverão ser divididos em 12 (doze) parcelas iguais e sucessivas, de janeiro a dezembro de 2021.

Caso o consumidor queira e determine isso expressamente, poderá ser permitida a recomposição da suspensão dos reajustes em número inferior de parcelas.

Lembro que caso o consumidor precise negociar e dividir em mais meses o valor da recomposição do reajuste, ele deve entrar em contato com os planos de saúde para negociar a melhor forma de pagamento.

Para que o beneficiário/consumidor saiba exatamente o que está sendo cobrado, obrigatoriamente o plano de saúde deverá discriminar de forma clara nos boletos qual a parcela referente à recomposição dos reajustes suspensos em 2020.

O consumidor deve ficar atento. Podem haver situações em que poderão coincidir a cobrança de percentual relativo à recomposição da variação do preço por mudança de faixa etária e o percentual relativo à recomposição do reajuste por variação de custos. Assim, pode haver acumulo no percentual dos reajustes e isso aumentar muito o valor do plano de saúde.

Para que os consumidores sejam devidamente informados do que será cobrado, os boletos deverão conter as seguintes informações para os consumidores:

  • o valor da mensalidade
  • o valor da parcela relativa à recomposição
  • a informação de que parcela é (exemplo: parcela x/12)

Por fim, lembramos que os consumidores beneficiários dos planos coletivos com mais de 30 beneficiários, não entram nessa regra. Pois a negociação dos valores dos reajustes não é determinada pela ANS e sim entre o plano de saúde e a empresa que o contratou.

Confira exemplos de como poderá ser aplicado o reajuste com a recomposição dos valores retroativos nas simulações de cobranças a partir de janeiro de 2021.
Conforme demonstrado pelo site da Agência Nacional de Plano de Saúde:

plano de saúde
exemplo de reajuste individual
exemplo de reajuste
reajuste

*Exemplos retirados do site da ANS: http://www.ans.gov.br/aans/noticias-ans/consumidor/


Leia também:

Saiba como ter desconto na conta de luz

Saiba como bloquear ligações de telemarketing

Poderá haver vacinação contra COVID-19 ainda esse mês

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments